Dois moradores de Valença presos com quase 80 kg de maconha em Pernambuco .

Ação conjunta da Polícia Federal e da Polícia Militar de Pernambuco (2ª CIPM-Cabrobó/PE), prendeu em flagrante, na noite de ontem, dia (30), por volta das 20:00, no Sertão pernambucano, RIVALDO LOPES COSTA, de 53 anos, mecânico, natural de Parnamirim-PE e residente em Valença-BA-(possui antecedentes criminais, já foi preso por tráfico de drogas) e JOSÉ MARTINIANO DOS SANTOS FILHO, de 47 anos, aposentado, natural de Mutuípe-BA e residente em Valença-BA-(não possui antecedentes criminais).

As prisões aconteceram numa ação conjunta entre a Polícia Federal em Salgueiro e Policiais Militares lotados na 2ª CIPM-Cabrobó, através de bloqueios e barreira policial numa atividade de rotina na BR 428, próximo ao Parque de Vaquejada, em direção ao trevo do Ibó onde costumeiramente serve de passagem para o transporte de maconha tanto em veículos automotores como também através de ônibus interestaduais. As equipes de policiais após pararem e fiscalizar vários veículos se depararam com um veículo Fiat Strada de cor branca de placas OZQ-5071, onde após ser feita uma busca minuciosa no interior do veículo foi encontrado na caçamba cerca de 70 (setenta) pacotes de maconha, os quais estavam encobertos por vegetação seca para ocultação da droga vindo a totalizar um peso bruto de 78,6Kg (setenta e oito quilos e seiscentos gramas).

Além da maconha e do veículo também foram aprendidos 02(dois) telefones celulares com os suspeitos. Em seu interrogatório JOSÉ informou que tinha um comércio na Bahia e foi obrigado a fechá-lo em virtude de ter contraído dívidas na praça em razão de um assalto sofrido em sua loja. Disse também que foi RIVALDO que fez a proposta e lhe ofereceu a quantia de R$ 5 mil reais para fazer o transporte da maconha de Cabrobó/PE para Valença/BA e como não tinha carro locou o veículo Fiat Strada por R$ 200 reais. RIVALDO usou do seu direito constitucional de só se manifestar diante do Juiz.

Terminado os trabalhos de barreira policial e tendo sido a droga encontrada os dois suspeitos receberam voz de prisão em flagrante foram informados dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida foram levados para a Delegacia de Polícia Federal em Salgueiro/PE, onde acabaram sendo autuados pela prática do crime contido no artigo 33 da Lei nº 11.343/2006 (tráfico de entorpecentes) e caso seja condenados poderão pegar penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão.  Após a autuação, os presos realizaram Exame de Corpo de Delito no IML-Instituto de Medicina Legal para depois serem encaminhados para a audiência de custódia e caso seja confirmada suas prisões preventivas serão conduzidos para a Cadeia Pública de Salgueiro/PE, onde ficarão à disposição da Justiça Estadual.


Deixar um comentário

Atenção: Não será publicado comentários que desabonam a conduta e a moral das pessoas.

Notícias Relacionadas