Mundo: Terremoto atinge a Cidade do México, derruba prédios e mata de 50

O fenômeno sacudiu edifícios e causou pânico,
levando as pessoas a correr para as ruas.
Um forte terremoto de 7,1 graus na escala Richter foi registrado nesta terça-feira, 19, no México apenas 12 dias depois de um tremor de 8,2 graus atingir a costa sul do México. O tremor deixou ao menos 61 mortos, 42 deles no Estado de Morelos. Ao menos 11 pessoas morreram no Estado de Puebla. O governador do Estado do México, Alfredo del Mazo, disse que as outras oito vítimas morreram na capital, mas havia pessoas presas em vários edifícios que desmoronaram. O governador acrescentou que seis crianças ficaram feridas em um desmoronamento no município de Ecatepec. De acordo com o governador de Morelos, Graco Ramírez, o maior número de vítimas foi registrado no município de Jojutla, onde 12 pessoas morreram. O fenômeno sacudiu edifícios e causou pânico, levando as pessoas a correr para as ruas. O tremor ocorreu no mesmo dia em que se completa 32 anos do terremoto de 8,1 graus que deixou ao menos 10 mil mortos na capital mexicana. No momento do terremoto, várias pessoas participavam justamente de um treinamento para aprender a lidar com sismos.

Filhos de Marcelo Rezende publicam charge do pai chegando ao céu em perfil do jornalista

Filhos de Marcelo Rezende publicam charge do pai chegando ao céu em perfil do jornalista

Para prestar as últimas homenagens nas redes sociais, os filhos de Marcelo Rezende publicaram uma charge que ilustra a chegada do jornalista ao céu. O material foi postado no perfil oficial do apresentador, com a legenda: “Os filhos lembrarão dele para sempre como um herói e agradecem os fãs e amigos por tanto amor”. Aos 65 anos, Marcelo Rezende lutava contra um câncer e foi enterrado, com muita comoção dos presentes, na tarde do domingo (17), em São Paulo. (por Bárbara Gomes – BN)


Lula nega propina e diz a Moro que Palocci mentiu

Segundo depoimento de Lula ao juiz Sérgio Moro
durou 2h10 (Foto: Reprodução)
Em depoimento na Justiça Federal de Curitiba nesta quarta-feira (13), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o ex-ministro de seu governo Antonio Palocci “mentiu” em depoimento ao juiz Sérgio Moro. “Eu vi o Palocci mentir aqui”, afirmou. Lula chamou o ex-ministro de “calculista e frio” e disse que Palocci só citou seu nome para reduzir alguns anos de condenação. “Fiquei com pena disso”. Na ação, Lula é acusado de receber propina da empreiteira Odebrecht por meio da compra de um terreno para a nova sede do Instituto Lula e de um apartamento vizinho ao que mora em São Bernardo do Campo (SP). Palocci foi interrogado por Moro nesta mesma ação na semana passada e afirmou que Lula tinha um “pacto de sangue” com o dono da empreiteira Odebrecht, que incluia um “pacote de propinas” para o ex-presidente no valor de R$ 300 milhões. Em seu depoimento, que durou 2h10, Lula afirmou que a delação de Palocci é focada nele numa tentativa de redução de pena. “Palocci tem o direito de querer ser livre, tem o direito de querer ficar com um pouco do dinheiro que ele ganhou fazendo palestra, ele tem família, tudo isso eu acho. O que não pode é, se você não quer assumir a tua responsabilidade pelos fatos ilícitos que você fez, não jogue em cima dos outros”, afirmou.
*Informações do G1

Com investimentos de R$ 120 milhões, empresa de pás eólicas vai gerar quatro mil empregos na Bahia

Os ventos sopram da Bahia para o mundo. As pás da Tecsis giram atrás de novos mercados internacionais na América do Sul, Estados Unidos e Europa. Após a confirmação dos dois leilões de reserva recentemente anunciados, e também na estratégia de preços agressivos e competitivos para o mercado internacional, a empresa vê um cenário positivo à sua frente, que pode possibilitar dobrar o número de funcionários, de mil para dois, fortalecendo ainda mais a cadeia produtiva do setor de energia eólica e aumentando. em até quatro mil, o número de empregos. Instalada no ano passado, em Camaçari, a fábrica deve passar dos três para oito moldes em 2020.
“Na Bahia, encontramos ambiente seguro para ampliar os negócios. Temos o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado [SDE] e a boa notícia de retomada dos leilões a partir do segundo semestre deste ano, bem como nosso esforço interno de garantir, cada vez mais, preços competitivos para o mercado internacional, gera a expectativa de expansão da nossa capacidade instalada”, diz o executivo jurídico e de recursos humanos da Tecsis, Eduardo Castro. Com a ampliação da capacidade instalada de pás para geração de energia eólica, o estado dispara na capacidade de fornecer os macrocomponentes para gerar uma energia limpa e sustentável. “Desenvolvimento Econômico se faz com sustentabilidade e preocupação com o meio ambiente. Temos todos os fatores a nosso favor.
Os melhores ventos constantes, sem rajadas; as melhores fábricas e os melhores trabalhadores que um estado pode ter”, explica secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner. A planta industrial com investimentos de cerca de R$ 120 milhões pode chegar a gerar até quatro mil empregos diretos, quando estiver operando com sua capacidade total, sem contar com a ampliação física das instalações (também já projetada) que poderá fazer dobrar este número de postos. A Bahia é líder no volume de projetos comercializados (31%) no País. Possui 241 projetos, destes 187 comercializados no mercado regulado e 54 projetos no mercado livre. Essa expansão eólica traz benefícios a 23 municípios, principalmente ao semiárido. O estado produz aerogeradores, como pás, nacele, hub e torre.

Lula E Moro Ficam Frente A Frente Outra Vez Nesta Quarta-Feira (13)

Nesta quarta-feira (13), Moro e Lula vão ficar frente a frente outra vez, apenas uma semana depois do interrogatório do ex-ministro Antônio Palocci, que entregou o ex-presidente em um milionário esquema de propinas.

O juiz da operação Lava Jato vai interrogar Lula na ação penal em que ele é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro supostamente recebido da Odebrecht para compra de um terreno destinado a abrigar a sede do Instituto Lula e de um apartamento vizinho ao que o petista reside em São Bernardo do Campo. 


“Partido da favela” pede registro ao Tribunal Superior Eleitoral

"Partido da favela" pede registro ao Tribunal Superior Eleitoral

Celso Athayde, 54, chegou à recepção do escritório de uma agência de publicidade onde teria uma reunião. Negro, foi instruído a ir à sala ao lado -a recepcionista achou que ele estivesse lá para fazer uma entrega. O tema do encontro na agência era justamente a ocupação de espaços de poder por negros, especificamente, no Congresso Nacional.   Nesta quarta-feira (30), o partido que Athayde ajudou a fundar com esse propósito, o Frente Favela Brasil, terá seu pedido de registro oficializado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A  ideia é mobilizar negros e moradores de favela em defesa dos seus interesses, nos moldes do que fazem as bancadas evangélica e ruralista.  Negros e pardos são 54% dos brasileiros. Cerca de 6% da nação mora em favelas. No entanto, apenas dois em cada dez deputados federais eleitos em 2014 se consideram pretos ou pardos.Se for autorizado, o Frente será o 36º partido brasileiro. Athayde acha que a criação de um novo partido se faz necessária porque a estrutura atual não dá conta de defender essa parcela da população.

“O DEM tem um grupo de negro, o PMDB também tem, o PSDB tem o Tucanafro, o PT tem o MMU, o PC do B também tem. É o que temos para hoje, mas não é suficiente. Se fosse, o DEM não estaria com uma ação no STF que contesta a desapropriação de áreas particulares em favor de comunidades quilombolas, por exemplo.”  Se o partido tiver o registro aprovado pela Justiça Eleitoral, passará à etapa seguinte, a de coleta de assinaturas. Pela lei, precisa colher um mínimo de 487 mil assinaturas, ou 0,5% dos votos válidos na última eleição. Para alcançar a meta, a ideia é usar redes sociais e a fama de alguns de seus membros e entusiastas, como Lázaro Ramos, MV Bill, Mano Brown e Sandra de Sá. Athayde diz que conseguirá cerca de 5 milhões de assinaturas.

Eleições 2018

O partido ainda não decidiu se terá candidatos em 2018, nem quem seriam. Bill e Brown estão entre os que Athayde gostaria de lançar, mas ainda não foram convencidos.  Athayde diz que ainda é cedo para falar de demandas específicas que o Frente vai defender. “A gente levanta voo e depois constrói o avião.” No entanto, no programa estão temas associados a causas tradicionais da esquerda.  “A primeira coisa é ocuparmos o espaço de poder. Muito se fala na causa dos negros, mas na hora em que as decisões são tomadas, os negros não estão lá”, diz a copresidente do partido, Patricia Alencar, 37, que vive no morro do Papagaio, favela em Belo Horizonte.  O que há de concreto é que candidatos e lideranças terão de ser representativos dessa população -negros ou de favelas-, será obrigatório ter paridade de gênero nas lideranças locais -sempre haverá um homem e uma mulher nesses cargos- e os eleitos terão de doar 50% dos seus salários para um fundo dedicado a projetos nas favelas.  Produtor cultural, Athayde cresceu nas favelas do Rio e fundou a Cufa (Central Única de Favelas), ONG que promove atividades de educação, lazer, esportes e cultura em lugares pobres. Também é sócio do Favela Holding, conjunto de empresas que atuam nesses territórios. Foi o principal responsável por botar o partido de pé, mas diz que, a partir de agora, acompanhará de fora, como uma espécie de conselheiro. “Não tenho vocação pra isso e quero evitar conflito de interesse. Minha contribuição é na área empresarial.”  Se aprovado, o Frente Favela Brasil se somará aos 56 novos partidos que já se registraram na corte e agora trabalham para conseguir as assinaturas.  “Mesmo se o partido não der certo já terá cumprido o papel de chamar a atenção para esse problema e fazer as pessoas discutirem. Não é só um partido, é um movimento”, diz Athayde.


Falta de quórum atrasa continuidade da votação dos destaques da TLP

Falta de quórum atrasa continuidade da votação dos destaques da TLP

A falta de quórum está atrasando a votação dos últimos destaques da (MP) 777/2017, que cria a Taxa de Longo Prazo (TLP) para balizar os empréstimos do BNDES a partir de janeiro do próximo ano, em substituição da Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP).  No início da tarde desta quarta-feira, 30, deputados votam nominalmente requerimento apresentado pelo deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), da oposição, para retirar a MP da pauta do plenário.  A votação, porém, ainda não foi concluída, pois apenas 180 deputados votaram, menos do que o quórum mínimo de 257 deputados exigido para encerrar a votação.  Após a análise do pedido de retirada de pauta, deputados ainda terão de votar outros requerimentos de obstrução apresentados pela oposição, que é contra a aprovação da medida. Os pedidos são apresentados pelos opositores com o objetivo de atrasar ou até inviabilizar a votação da MP.


Lula pede a Moro desbloqueio de aposentadoria e previdência

Lula pede a Moro desbloqueio de aposentadoria e previdência

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu nesta quarta-feira (30) ao juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, que desbloqueie os valores tanto de sua aposentadoria como de sua falecida esposa, Marisa Letícia. Além disso, os advogados pediram a liberação de parte dos valores congelados em suas contas bancárias, pouco mais de R$ 600 mil, e de sua previdência privada, outros R$ 9 milhões.  Segundo a defesa, esses valores se referem a uma “herança” de Marisa por conta do “regime marital de comunhão universal de bens”.  Lula foi condenado em julho deste ano a nove anos e meio de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo chamado “caso tríplex”. Por conta disso, Moro ordenou o bloqueio de cerca de R$ 13,7 milhões como indenização para a Petrobras. (Agência Brasil)


Jerry Lewis, rei da comédia, morre aos 91 anos

Jerry Lewis, rei da comédia, morre aos 91 anos

Jerry Lewis, o rei da comédia, morreu neste domingo (20/8) aos 91 anos, em Las Vegas. Astro de filmes como “O Professor Aloprado” (1964) e “O Mensageiro Trapalhão” (1960), o ator faleceu na manhã de hoje, em casa. Conhecido por seu humor físico e pastelão e por interpretar tipos cômicos inconfundíveis, Lewis era filho de judeus de origem russa. Nascido Joseph Levitch, o humorista do pai, David, o talento para o entretenimento. Antes de completar 20 anos, o comediante formou com o crooner Dean Martin o duo de humor Martin and Lewis, que atraiu multidões a espetáculos de teatro entre os anos 1940 e 1950, além de ouvintes no rádio e espectadores em programas de televisão. O sucesso da dupla nos Estados Unidos também rendeu 17 filmes, entre eles “Os Malucos do Ar” (1952) e “Farra dos Malandros” (1954). Após o fim da dupla, Martin e Lewis seguiram carreiras solo imensamente populares.

Assista abaixo um dos filmes do Rei da Comédia:

Um comediante universal: Vencedor de um prêmio do Oscar por seu trabalho humanitário – de 1955 a 2011, Lewis usou seu status de celebridade para arrecadar dinheiro à Associação de Distrofia Muscular – e dono de duas estrelas na calçada da fama de Hollywood, Jerry Lewis ganhou o mundo a partir dos anos 1960. Também produtor, roteirista e diretor, Lewis se equilibrou entre performances cômicas na televisão, sobretudo em programas ao vivo, e na extensa carreira no cinema. Ele revolucionou o humor já em “O Mensageiro Trapalhão” (1960), primeiro trabalho que assinou como diretor. Sem roteiro e totalmente escorado no improviso – sem falar no orçamento curto –, Lewis encarnou um mensageiro mudo e desengonçado que trabalha em um hotel de Miami Beach. Colaborando com Bill Richmond, que seria um valioso parceiro nos roteiros, o humorista burilou um estilo escrachado, com gags que se misturam aos mecanismos da narrativa. A genialidade de Lewis nos anos 1960 serviu de influência para praticamente todos os atores de comédia que vieram depois dele – de Renato Aragão a Jim Carrey. Indicado ao Globo de Ouro por “Boeing Boeing” (1965), Lewis erigiu outro marco da comédia moderna em “O Professor Aloprado” (1963), sua obra mais conhecida. Já com crédito dentro do estúdio Paramount, o ator contou com mais orçamento do que em “O Mensageiro” e conseguiu misturar romance e ficção científica numa clara paródia de “O Médico e o Monstro” (“Dr. Jekyll and Mr. Hyde”). Em 1996, o cientista maluco de Lewis inspirou um remake estrelado por Eddie Murphy. Após uma década de 1960 frenética, o já consagrado comediante desacelerou o ritmo de trabalho nos anos 1970.


Fenômeno eleitoral e das redes sociais, Doria tem apoio em 14 estados

Fenômeno eleitoral e das redes sociais, Doria tem apoio em 14 estados

Com os olhos em 2018, o mundo da política tem sido de flertes. Em julho, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), esteve perto da principal cadeira do Palácio do Planalto. O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), é a novidade. Fenômeno eleitoral e das redes sociais, o tucano ainda não conseguiu conquistar os medalhões do próprio partido para se cacifar como candidato nas eleições presidenciais do ano que vem, mas tem chamado a atenção de concorrentes, como o PMDB e o DEM. Além de contar com o apoio de empresários no país, para especialistas, Doria carrega no nome um dos critérios mais almejados atualmente: o sentimento de renovação. A divisão interna no PSDB apimenta ainda mais o assédio com outras legendas. A divergência de opinião entre os cabeças-pretas e os cabeças-brancas — cada vez mais latente — potencializa o cerco em torno do prefeito. “Hoje, a cúpula comandada pelo senador Aécio Neves (presidente licenciado), é um entrave para o Doria. E tem também aquela história de que o Alckmin está na fila e esse partido tem tradição em respeitar as filas. Mesmo que isso signifique perder, como foi nas últimas quatro vezes”, comenta um tucano que prefere não se identificar.