Vice da OAB desiste de candidatura a presidente e diz que Ordem deve dar exemplo

Vice da OAB desiste de candidatura a presidente e diz que Ordem deve dar exemplo

O advogado Luís Cláudio da Silva Chaves, vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), desistiu de se candidatar a presidência do Conselho Federal. Em uma carta, o advogado afirma estar “frustrado e triste”, mas que, de forma consciente, resolveu não “encabeçar disputas porque não quero ser um dos protagonistas da guerra que se avizinha nas eleições da OAB”. “Já temos adversários demais nas violações ao estado democrático de direito”, pontuou. Na carta, ele diz que vivemos em um momento difícil, de intolerância e ódio. “Assim caminha o vale tudo nas eleições em outubro. A OAB deveria dar o exemplo nas suas disputas internas”. “Estou na Ordem para somar e multiplicar. Ao lado de valorosos advogados e advogadas assim fiz em Minas Gerais. Chegamos ao Conselho Federal com o mesmo propósito e determinação. Procurei ser leal com meus pares, íntegro nos meus passos e agregador. Batalhei, batalho e batalharei sempre pela advocacia, em qualquer posto e independente de cargos. Fui, com muita honra (mas despido de orgulho), cotado por muitos colegas para a sucessão presidencial da OAB. Minha intenção é sempre, com lealdade e respeito, como pré-candidato, servir minha classe”, afirmou no comunicado.

De Minas Gerais, ele diz ter encontrado apoio de sua terra em sua trajetória. “No âmbito nacional não encontrei alguns apoios que para mim eram certos e essenciais para pacificar uma candidatura de consenso, de união. A disputa se desenhou”, assinalou. Luís Cláudio disse que poderia participar da disputa, mas asseverou que o momento não é propício para dividir a classe. As eleições para a presidência do Conselho Federal para o mandato 2019/2021 acontecem no início do ano que vem. O presidente e os diretores são eleitos pelos conselheiros federais. Há, normalmente, uma alternância entre as regiões do país para o cargo de presidente do Conselho Federal. O presidente da OAB da Bahia, Luiz Viana, é um dos nomes cotados para disputa (veja aqui). Segundo o site Migalhas, o próximo presidente deve ser um representante do Centro-Oeste ou do Sudeste. O atual presidente, Claudio Lamachia, é do Rio Grande do Sul.


Misturar energético com álcool deixa batimentos cardíacos desregulados

Tomar drinks feitos com energéticos e bebidas alcoólicas é uma prática comum no carnaval. O que pouca gente sabe é que essa mistura pode provocar diversos problemas para a saúde, em especial, para o coração. A combinação faz muito mal ao coração. — O energético é composto por cafeína e taurina. Uma lata equivale a três xícaras de café. O álcool promove uma excitação e, misturado com o energético, a animação se potencializa. A estimulação em excesso pode provocar um problema cardíaco, principalmente quando a pessoa já tem tendência. Em casos mais extremos, a arritmia pode ser fatal — alerta Marcelo Luiz Peixoto Sobral, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular. Segundo uma pesquisa feita no Canadá, publicada na revista científica Canadian Medical Association Journal Open, mais da metade dos consumidores de energéticos entre 12 e 24 anos já sentiram efeitos negativos em sua saúde após o consumo. Entre os problemas mais citados, além do aumento da velocidade do batimento cardíaco, estão a dificuldade para dormir, dores de cabeça e até incidência de convulsões.Outra questão que causa preocupação é a capacidade que o gosto doce do energético tem de disfarçar a quantidade de álcool ingerida. Isso faz com que a pessoa beba em excesso sem perceber. — Como o jovem não sente a sonolência provocada pelo álcool por causa do efeito do energético, ele não percebe que está perdendo os reflexos. Isso dá uma falsa sensação de segurança. A pessoa acaba se colocando em situações de risco, como dirigir alcoolizado ou fazer sexo sem preservativo — afirma Claudio Tinoco, diretor científico da Sociedade de Cardiologia do Rio.


Pastor diz que casamento gay é “arma diabólica para destruir a sociedade”

Esta semana, a Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) emitiu documentos exigindo que os países da América Latina signatários da entidade legalizem o casamento homoafetivo e estendam os direitos da comunidade LGBT. Alguns governos sinalizaram positivamente. A Costa Rica já anunciou que acatará as orientações da Corte. Em Honduras, o pastor evangélico Evelio Reyes, e líder da influente igreja Vida Abundante, se posicionou fortemente contrário a possibilidade que o mesmo ocorra em seu país. Ele é um conhecido apoiador do presidente Juan Hernández, e já foi processado por “homofobia” ao pedir que os evangélicos não votassem em políticos que defendem a “agenda gay”. Durante uma jornada de oração, na capital Tegucigalpa, Reyes declarou “Para nosso país e o mundo inteiro isso é uma ameaça, uma arma diabólica para destruir a sociedade, nossas instituições, o bem viver, a moral e os costumes que herdamos de nossos antepassados”. Para o líder evangélico, o pedido da CIDH faz parte de uma “agenda diabólica e distorcida”, que pretende “destruir o que a sociedade tem de mais valioso”.Declarou ainda: “É uma maldição, uma aberração (e) uma invenção do inferno. É uma investida contra a família, que é o fundamento da sociedade”. Fez também um apelo para que o governo não ceda e mantenha inalterada a Constituição, que só reconhece o casamento heterossexual.
Finalizou, com um pedido aos cristãos de Honduras “oremos, atuemos, estejamos vigilantes para esta investida patrocinada por grandes líderes e organizações internacionais, formadas por gente depravada”. Embora não tenha citado nomes, provavelmente referia-se ao projeto anunciado pela Fundação Open Society, do bilionário George Soros, que declarou recentemente estar fazendo um grande investimento na América Latina para a legalização do aborto e do casamento gay, além da garantia dos “direitos LGBT” e das conquistas do feminismo. Por enquanto, o casamento gay não é legalizado em nenhum país da América Central. Com informações da agência EFE

Lula perde na Justiça processo em que pediu de Deltan R$ 1 milhão por danos morais

O juiz Carlo Melfi, da 5ª Vara Cível de São Bernardo do Campo, negou o pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que o procurador da República Deltan Dallagnol fosse condenado a indenizá-lo em R$ 1 milhão por danos morais. O petista decidiu processar o coordenador da Lava Jato em Curitiba após a coletiva à imprensa convocada pelo Ministério Público Federal para apresentar uma das denúncias enviadas à Justiça Federal no Paraná contra o ex-presidente em 2016. Foi aquela entrevista em que Dallagnol recorreu ao powerpoint para mostrar um conjunto de evidências que indicava, na visão dos procuradores encarregados da investigação, ser Lula o “comandante máximo” da corrupção na Petrobras. Cabe recurso, que dependida da publicação da sentença, o que ocorreu nesta terça-feira (9). (Revista Época)

Nasce bebê de Pat Abravanel e nome é escolhido por sorteio; veja qual

Nasce bebê de Pat Abravanel e nome é escolhido por sorteio; veja qual

Foto: Reprodução / Instagram

Patricia Abravanel deu à luz nesta quarta-feira (10) e usou um método curioso para escolher o nome da sua filha. Nas suas redes sociais, a herdeira de Silvio Santos, que agora é vovô de 11 netos, entregou que fez deixou a sorte decidir (além de contar, também, com a insistência do primogênito, Pedro). A bebê se chama Jane.”A convicção dele me convenceu!! Amo o Pedro falando esse nome, amo o significado e amo o fato de não agradar a todos. Ontem tirei na sorte acreditando que Deus iria me ajudar a decidir, então decidido está!! Não vou mais esperar para ver a carinha dela, vou na fé que o nome da minha filha é Jane!! Que venha a Jane, cheia de saúde e graça, pelo jeito com muita personalidade e muito amada!! Jane, eu estou ansiosa para te conhecer!!”, escreveu ela antes da pequena nascer. Jane é também o nome de uma das avós de Fábio Faria, marido da apresentadora. O deputado já tinha dado a ideia para homenagear a matriarca. (Notícias ao Minuto


Vitória vira pra cima do Caxias e volta a vencer dentro de casa pelo NBB

Vitória vira pra cima do Caxias e volta a vencer dentro de casa pelo NBB

Se no futebol o Barradão não conseguiu funcionar como diferencial positivo em 2017, o mesmo não se pode dizer do Ginásio de Cajazeiras, casa do Leão na disputa do Novo Basquete Brasil, principal competição do basquete brasileiro. Em partida emocionante, o rubro-negro voltou a vencer na noite desta sexta-feira (22), em confronto emocionante com o Caxias, pela sétima semana do torneio. O Leão venceu por 70 a 69, conseguindo a virada a menos de 30 segundos para o fim do jogo. O triunfo fez com que o Vitória ultrapassasse o próprio Caxias na classificação do NBB 10. Um dos destaques do jogo, a torcida do Leão terá mais uma oportunidade de acompanhar o time no NBB na próxima quarta-feira (27), quando o time comandado por Régis Marrelli volta a quadra para encarar o Solar Cearense. (Bocão News)


Anitta fala sobre suas celulites: ‘Devemos nos unir e parar de julgar os corpos’

Anitta fala sobre suas celulites: 'Devemos nos unir e parar de julgar os corpos'

“Fico feliz em saber do impacto positivo que a minha celulite teve nas mulheres. Nós devemos nos unir e parar de julgar os corpos e as escolhas umas das outras”, afirmou Anitta em entrevista à coluna Gente Boa do jornal O Globo, publicada nesta sexta-feira (22). A cantora disse que a decisão de não fazer retoques no vídeo de Vai Malandra foi sua, pois queria mostrar a realidade com o clipe. “A mulher real tem celulite, a maioria tem. A estética de Vai Malandra é muito verdadeira, mostra uma favela real e com pessoas da comunidade.” A funkeira também comentou às críticas de que o clipe gravado no Morro do Vidigal, no Rio de Janeiro, trata o corpo da mulher como objeto. “A ‘malandra’ do clipe não é objetificada, ela é a dona da história. E ela não é representada somente por mim, mas por todas as mulheres que participaram do clipe, na cena da laje ou na do baile. O clipe mostra diversos tipos de beleza, com diversas cores, pesos e gêneros. E toda essa beleza também é real, assim como a minha celulite”, afirmou Anitta. (Estadão)


Isis Valverde canta com Roberto Carlos emociona o publico e parceria ‘quebra’ web

Dueto com Isis Valverde emociona Roberto Carlos e parceria 'quebra' web

No especial de fim de ano, exibido nesta sexta-feira (22) pela Globo, um encontro entre Roberto Carlos e Isis Valverde movimentou as redes sociais. Uma das convidadas do “Rei”, a atriz cantou um trecho da clássica ‘Emoções’, encarnando a personagem Ritinha, na novela A Força do Querer. Antes, Roberto cantou ‘Sereia’ – música feita especialmente para a novela de Gloria Perez. Segundo o Gshow, na apresentação, o cantor acabou se emocionando logo nos primeiros versos da canção. O dueto inusitado “quebrou” a web, sendo um dos assuntos mais comentados no mundo. Uma internauta comentou: “A SEREIA TÁ LINDA”. Outra escreveu: “Que coisa mais linda, a ritinha  conversando com o Roberto Carlos. Isis Valverde brilhou muito neste papel.”. Segundo o cantor, no começo do ano, Gloria Perez o procurou e pediu uma música para ser tema de Isis na trama. Roberto contou que iria tentar.


Agnaldo Timóteo é hostilizado ao visitar presidente do PR na prisão

Agnaldo Timóteo é hostilizado ao visitar presidente do PR na prisão

O cantor e ex-deputado federal Agnaldo Timóteo foi hostilizado por manifestantes na porta da prisão José Frederico Marques, em Benfica, na zona norte do Rio, neste sábado (2). Ele foi até o local para visitar o presidente do PR (Partido da República) e ex-ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, que está preso na cadeia, quando foi interpelado por manifestantes do Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (Muspe). Os servidores, que estavam no local para protestar contra salários atrasados, vaiaram a chegada do cantor. ao ouvir os gritos, Timóteo interrompeu o seu percurso, voltou-se para os manifestantes e perguntou: “o que houve?”. Os manifestantes responderam com gritos de “bandido”. Ao ser questionado por um repórter da rádio CBN o motivo se sua visita, Timóteo respondeu: “Vim visitar uma fera que está aqui”. Depois de perguntado qual, ele disse: “é a melhor de todas, o meu ex-presidente, Antônio Carlos”. A visita do cantor, no entanto, foi frustrada por agentes da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), pois ele não tinha a carteirinha necessária para visitas, fornecida previamente pelo órgão. Ele também não pode se valer de prerrogativa parlamentar, já que está sem mandato. O cantor, que tem 81 anos, já foi deputado federal e vereador, com passagens pelo PDT, PP, PL, PR e PMDB. Em agosto deste ano, Timóteo chegou a dizer para a imprensa que estava disposto a se filiar do PT, lançar-se como deputado federal e fazer campanha para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2018. “Eu quero brigar pelo Lula”, avisou. Já Antônio Carlos Rodrigues foi preso no último dia 28, pela Operação Caixa D’Água, que prendeu também os ex-governadores do Rio, Anthony e Rosinha Garotinho. Rodrigues é citado como suposto interlocutor do repasse da propina de R$ 3 milhões da Odebrecht para a campanha de Garotinho em 2014, mas nega as acusações. Na quinta-feira, o ministro Jorge Mussi, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu aguardar o julgamento de mérito do habeas corpus de Rodrigues – marcado para o dia 4 de dezembro -, para depois examinar pedido da defesa do ex-ministro.


Anitta fala sobre clipe gravado com Terry Richardson, acusado de assédio sexual

Anitta fala sobre clipe gravado com Terry Richardson, acusado de assédio sexual

A cantora Anitta se pronunciou oficialmente nesta quarta-feira, 22, sobre o destino do seu próximo clipe, Vai, Malandra, gravado no Vidigal, no Rio de Janeiro, com direção do fotógrafo Terry Richardson. Richardson é acusado de assédio sexual. A modelo nova-iorquina Cameron Russell publicou um depoimento sobre o comportamento de Richardson no Instagram e convidou outras pessoas a relatar experiências parecidas. Cerca de 100 mulheres se manifestaram. Como consequencia, o grupo Condé Nast International vetou o fotógraFo de realizar futuros trabalhos em suas publicações Vogue e Vanity Fair. “Imediatamente após tomar conhecimento sobre as acusações de assédio que envolvem o diretor Terry Richardson solicitei que minha equipe avaliasse o contrato para verificar o que juridicamente poderia ser feito”, diz Anitta em comunicado oficial. A cantora resolveu prosseguir com a divulgação do clipe.“Estudamos todas as possibilidades, que foram além das questões jurídicas, passando também pelo envolvimento emocional, levando em consideração o imenso trabalho digno de todos os artistas e colaboradores que de alguma maneira fizeram este clipe acontecer”, continua a cantora. “Esse não é um trabalho de uma pessoa só.” Segundo Anitta, a manutenção do clipe para a data planejada, em dezembro deste ano, é em respeito à comunidade onde o vídeo foi gravado. “Manterei minha promessa aos moradores do Vidigal e aos meus fãs lançando o clipe de Vai, Malandra em dezembro deste ano.”

No clipe, Anitta promete mostrar suas origens e sobre o funk carioca, do qual ela se diz “orgulhar muito” de ser representante. Por fim, a cantora afirma repudiar qualquer forma de violência contra as mulheres. “Como mulher, faço questão de reafirmar que repudio qualquer tipo de assédio e violência contra nós e espero que todos os casos dessa natureza sejam sempre investigados com a relevância e seriedade que merecem.” Vai, Malandra vai ser a última música de Anitta a ser lançada este ano em seu projeto de divulgação internacional, Xeque-Mate. Depois de duas músicas em espanhol, Paradinha e Downtown (esta com J. Balvin), e de duas músicas em inglês, Will I See You e Is That For Me, a nova será em português, com versos em inglês do rapper Maejor. O clipe foi gravado antes de alguns já lançados. Em entrevista à reportagem, Anitta fala que a espera foi proposital, para criar expectativa entre os fãs. (Istoé)