Bahia perde em casa por 1 a 0 para Flamengo e entra no Z-4

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

 

Há cinco rodadas sem sentir o sabor do triunfo, o Bahia não conseguiu fazer o seu dever de casa ao perder por 1 a 0 para o Flamengo, neste domingo (25), na Arena Fonte Nova.

Com o placar negativo, o Tricolor fechou a 10ª rodada do Campeonato Brasileiro na 17ª posição na tabela e entrou na zona de rebaixamento, com 10 pontos na competição.

Primeiro tempo – A primeira boa chegada do Tricolor aconteceu aos 9 minutos de jogo. O volante rubro-negro Willian Arão se complicou com a bola e deixou Zé Rafael recuperar a posse para o Bahia. O atacante arriscou um chute, mas foi pra fora. A resposta do Flamengo veio logo em seguida. Aos 13, Allione tentou cruzar, mas mandou a bola nos pés de Diego, que preferiu trabalhar com Guerrero no lance. O peruano girou bem pra cima da marcação, mas chutou fraquinho, em cima de Jean.

Aos 21, mais uma boa aproximação dos donos da casa. Zé Rafael tentou invadir a área pelo meio, mas foi derrubado por Guerrero. Juninho cobrou a falta, porém chutou em cima da barreira. O jogo começou quente na Fonte Nova. Aos 24, o árbitro deu cartão amarelo para Lucas Fonseca e expulsou o preparador de goleiros do Bahia, ambos por reclamação. Aos 29, mais bola na área do Flamengo. Após cobrança de escanteio, a bola passeou em frente à meta da equipe carioca, o que assustou os adversários.

Expulsão no time do Bahia: aos 30 minutos, o zagueiro Lucas Fonseca chegou com os pés no peito do atacante Guerrero, que retribuiu com um empurrão. Ambos tomaram cartão amarelo, mas o defensor do Esquadrão levou a pior porque já havia sido advertido na partida e teve que ir mais cedo para o vestiário. Na confusão, o lateral Matheus Reis também levou o seu amarelo por reclamação. Sem um dos zagueiros em campo, o técnico Jorginho fez a primeira substituição em sua equipe: o meia Vinícius saiu para a entrada de Rodrigo Becão.

Aos 36, Zé Rafael roubou a bola pelo meio, avançou em velocidade e bateu rasteiro. No entanto, o goleiro Thiago estava esperto na jogada e caiu para fazer a defesa. Um minuto depois foi a vez do time carioca. Guerrero recebeu na entrada da área, e bateu em direção ao gol. Para a sorte do Bahia, a bola perdeu força e Jean ficou com ela sem grandes esforços. Aos 43, Allione levantou o torcedor na Fonte Nova. O meia fez grande jogada e tabelou com Edigar Junio. O argentino chutou colocado e por pouco Thiago não conseguiu evitar o gol. Passados os acréscimos, o juiz encerrou a primeira etapa. Os primeiros 45 minutos do jogo foram marcados pelas confusões dentro e fora das quatro linhas.

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

 

Segundo tempo – O Tricolor iniciou a etapa final com mais uma alteração feita por Jorginho: Edigar Junio saiu para a entrada do colombiano Mendoza. Aos 3 minutos, Guerrero chutou uma bola cruzada, mas foi direto para a linha de fundo. Passados dois minutos, susto na Fonte Nova. O goleiro Jean quase entregou o ouro com uma bola recuada. O arqueiro demorou pra jogar e, por muito pouco, Guerrero não roubou.

Aos 9, o Bahia fez uma boa troca de passes e conseguiu arrancar uma falta na entrada da área adversária. Juninho cobrou com veneno, e quase abriu o placar. O chute foi o bastante para levantar a massa azul, vermelha e branca no estádio.

Aos 18, quase o Rubro-Negro abriu o marcador. O estreante Éverton Ribeiro levantou na área e, após bobeira da defesa tricolor, Guerrero se esticou todo para tentar empurrar a bola para o fundo do gol. O Esquadrão devolveu logo em seguida com o atacante Mendoza. Aos 23, o jogador tentou com um chute forte de fora da área. Thiago tentou encaixar, mas a bola escapou do seu domínio e foi para escanteio.

Aos 27, gol do Flamengo na Fonte Nova. O meia Éverton Ribeiro tentou a finalização, mas mandou nos pés de Berrío. Dentro da área, o atacante bateu cruzado, e não deu chances para Jeanzinho. Festa da torcida rubro-negra no estádio.

Com os ânimos a flor da pele, o técnico Jorginho também foi expulso após reclamar com a arbitragem do duelo. Sem grandes jogadas, o juiz apita o fim do confronto. 1 a 0 para a equipe rubro-negra na Fonte Nova.

Sequência – Agora, o próximo compromisso do Tricolor no Campeonato Brasileiro será contra o rival Vitória, no próximo domingo (2), às 16h, pela 11ª rodada da competição, no Barradão.


Vitoria sai na frente mais sofre uma goleada contra o Atlético paranaence .

Foto: Marco Oliveira/Atlético Paranaense
Foto: Marco Oliveira/Atlético Paranaense

 

Após um começo de jogo eletrizante e com a vantagem parcial obtida no primeiro terço da partida, o torcedor do Vitória se animou com a expectativa de um resultado positivo fora de casa, como foi contra o Sport. Mas após levar o gol de empate, o rubro-negro baiano foi arrasado pelo Atlético-PR e acabou derrotado por 4 a 1 após um terrível segundo tempo.

Depois de um princípio de recuperação no campeonato, o Vitória perde a sua segunda partida seguida e se afunda na zona de rebaixamento em plena véspera de Ba-Vi. Sinal de alerta ligado na Toca do Leão, que promete viver uma semana de isolação, já que na agenda divulgada pelo clube, todos os treinos serão à portas fechadas.

Primeiro tempo – Partindo pra cima do Furacão, o Vitória teve grande chance de abrir o placar logo aos 3 minutos, em grande jogada de Neílton, que serviu Gabriel Xavier. O meia entrou na área do adversário e chutou raspando a trave esquerda do goleiro Weverton. Aos 7, Weverton fez intervenção em chute de Yago e a equipe respondeu logo em seguida obrigando grande defesa de Fernando Miguel em chute de Otávio.

Com a vantagem no placar, em linda cobrança de Fred aos 16 minutos,  e algumas chances perdidas de ampliar o resultado, o rubro-negro deteve o domínio do jogo por boa parte do primeiro tempo.  Passou a sofrer após os 30 minutos e contou com pelo menos duas intervenções milagrosas de Fernando Miguel.

Após uma grande defesa do goleiro, que desviou a bola para o escanteio, veio o azar de quem brilhava até ali. Em saída equivocada na cobrança da bola parada, o arqueiro rubro-negro deixou o caminho livre para Wanderson subir e cabecear, empatando o jogo no apagar das luzes do primeiro tempo.

Segundo tempo – A perda da vantagem no limiar do intervalo, abalou o Vitória e acordou o Atlético-PR. Como um furacão, a equipe da casa promoveu uma verdadeira blitz no setor de ataque e já vencia por 2 gols de diferença aos dez minutos.

Aos 8, Sidcley fez grande jogada e achou Nikão no meio. O meia cortou a marcação e acertou um bonito chute no canto de Fernando Miguel. Dois minutos depois, Sidcley fez nova jogada pela esquerda e tocou para Douglas Coutinho nas costas da defesa. O atacante cruzou e Éderson, completamente sozinho, finalizou para o gol.

Após tomar o terceiro gol, o técnico Gallo tirou Neílton e colocou David no jogo. O camisa 10 do Leão saiu visivelmente irritado com a substituição.

Completamente vendido dentro de campo, o Vitória passou a trocar passes sem nenhuma objetividade e ainda levou Paulinho à campo, no lugar de Gabriel Xavier, em busca de maior velocidade no setor de ataque. Mas após uma bola perdida no meio de campo, o volante Matheus Rossetto arriscou de muito longe, fez um golaço e transformou o placar em goleada aos 35.

A partir daí, o Atlético fechou os espaços, visivelmente satisfeito com o resultado, e o Vitória matou o tempo, talvez à procura de não levar mais gols, já que o setor ofensivo era visivelmente inoperante. Ao fim da partida, a sensação de que se o time do início do primeiro tempo tivesse mantido a pegada, o resultado poderia ser bem diferente.

Com o resultado, o Vitória continua na zona de rebaixamento da Série A, na 18ª posição com 8 pontos em 10 partidas. O próximo compromisso do rubro-negro é o clássico contra o Bahia no próximo domingo(2) no Barradão.

Com os recentes resultados dos dois times, com o Bahia ainda para entrar em campo contra o Flamengo às 18h30, o confronto ganha ares de decisão. O BA-Vi promete.


Clássico na Série B entre Goiás e Vila Nova tem briga de torcida e morte

O duelo entre Goiás e Vila Nova era pra acontecer apenas em campo, neste sábado (24) no estádio Serra Dourada. Mas o jogo terminou marcado pela violência, quando parte das torcidas dos dois times foi até o setor de geral e ali iniciou um conflito violento. Um torcedor com o uniforme de uma organizada do Goiás foi assassinado antes da partida, a caminho do Serra.

Dentro do estádio, o combate entre torcedores só acabou após alguns minutos, com intervenção da Polícia Militar. Antes da confusão, o jogo terminou com triunfo do Vila Nova, que venceu por 2 a 0, com direito a um gol aos 50 segundos de jogo. Alan Mineiro marcou os dois tentos e foi o destaque do clássico goiano.


Corinthians segue líder na competição após derrotar o Bahia

Bahia derrapa no gramado molhado no primeiro tempo e perde para o Corinthians

Na Fórmula 1, saber o tipo de pneu é essencial para ter uma boa tração na pista e evitar derrapagens nas curvas. No futebol, o Bahia errou o tipo de chuteira para jogar o primeiro tempo, após o gramado na Arena Corinthians ter sido molhado. Resultado? O Corinthians bateu o Bahia por 3 a 0, nesta quinta-feira (22), em São Paulo, justamente por causa de uma escorregada do zagueiro Rodrigo Becão. O ataque paulista aproveitou a chance e Jô abriu o placar. Balbuena e Marquinhos Gabriel anotaram os outros dois na etapa final do jogo válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.   O Esquadrão caiu duas posições na tabela e agora é o 14° colocado mantendo os mesmo dez pontos. A luz amarela começa a acender no Fazendão, pois o time tem apenas um ponto a mais do que o Sport, que é o 17°. Ao passo que o Corinthians segue na liderança por mais uma rodada, somando 23 pontos com os três que acabara de conquistar.  Na próxima rodada, o tricolor recebe a visita do Flamengo, na Arena Fonte Nova, domingo (25), às 18h30. No mesmo dia, só que mais cedo, às 16h, o Timão fará o duelo de líderes com o Grêmio, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA
Corinthians 3×0 Bahia
Campeonato Brasileiro – 9ª rodada
Local: Arena Corinthians, em São Paulo
Data: 22/06/2017
Horário: 19h30
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Hélcio Araújo Neves e José Ricardo Guimarães Coimbra (PA)
Assistentes adicionais: Andrey da Silva E Silva e Djonaltan Costa de Araújo (PA)
Cartões amarelos: Gabriel 2X, Balbuena, Romero (Corinthians) / Allione, Rodrigo Becão, Renê Júnior 2X (Bahia).
Cartão vermelho: Gabriel (Corinthians) / Renê Júnior (Bahia)
Gols: Jô, Balbuena e Marquinhos Gabriel (Corinthians).

Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson (Marquinhos Gabriel), Rodriguinho (Camacho) e Romero; Jô (Kazim). Técnico: Fábio Carille. ////// Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Rodrigo Becão e Matheus Reis; Feijão, Renê Júnior e Vinícius (Régis); Zé Rafael, Allione (Gustavo) e Edigar Junio (João Paulo).


Vitoria não resiste e perde para o santos dentro de casa

Não deu para o Vitória. Em duelo disputado nesta quarta-feira (21), o time Rubro-negro perdeu para o Santos por 2 a 0, no Barradão, em jogo válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Copete. Com o resultado, o Vitória permaneceu com oito pontos e corre o risco de voltar para a zona de rebaixamento ainda nesta quarta. Para não retornar ao Z4, o Leão precisa torcer para tropeços do Sport, Atlético-PR e Atlético-GO. O time comandado pelo técnico Alexandre Gallo volta a campo no domingo (25) para pegar o Atlético-PR, às 16h, na Arena da Baixada.
FICHA TÉCNICA
Vitória x Santos
Campeonato Brasileiro – 9ª rodada
Local: Barradão, em Salvador
Data: 21/06/2017
Horário: 19h30
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Carlos Borkenbrock (SC) e Helton Nunes (SC)
Assistentes adicionais: Célio Amorim (SC) e Edson Silva (SC)
Cartões amarelos: Neilton e Geferson (Vitória); David Braz (Santos)
Gols: Copete – 2 X(Santos)
Vitória: Fernando Miguel; Leandro Salino (Neilton), Kanu, Fred e Geferson; Willian Farias, Uillian Correia, Patric e Gabriel Xavier (Todinho); David (André Lima) e Kieza. Técnico: Alexandre Gallo.////// Santos:Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Renato, Alison (Léo Cittadini) e Vitor Bueno (Rafael Longuine); Bruno Henrique, Copete (Arthur Gomes) e Kayke. Técnico: Levir Culpi.

Gato do Hermitage fará palpites para jogos da Copa das Confederações

Gato do Hermitage fará palpites para jogos da Copa das Confederações

Às vésperas do jogo de abertura da Copa das Confederações 2017, na Rússia, os organizadores do torneiro apresentaram no Museu Hermitage, em São Petersburgo, o “animal-vidente” que fará previsão das partidas.  A nova função do gato Aquiles – um dos muitos funcionários felinos que protegem as salas de exposições do Hermitage – foi anunciado por Aleksandr Kerzhakov, atacante do Zenit de São Petersburgo, durante uma coletiva de imprensa na quinta-feira (15).  Segundo Maria Halttunen, que representa o museu, disse, Aquiles foi escolhido devido a sua “capacidade de selecionar e analisar, bem como o fato de não se distrair facilmente por causa da surdez”.  O nome do gato se deve à tradição do Hermitage de dar os nomes de pintores famosos e heróis míticos a seus animais funcionários.  Aquiles fará o primeiro palpite na manhã deste sábado (17), antes do jogo inaugural do torneio, que será disputado entre as seleções da Rússia e Nova Zelândia na arena do Zenit, na ilha Krestovsky.  Com custo estimado em U$ 841 milhões (R$ 2,7 bilhões), esse estádio será o mais caro de todo o Mundial na Rússia.  Para o teste, o animal receberá duas tigelas de ração: uma decorada com a bandeira da Rússia, e outra com a da Nova Zelândia, por exemplo. O país da tigela que Aquiles escolher será o suposto vencedor, segundo os organizadores.


Bahia sofre goleada do Palmeiras dentro da fonte nova 4 X 2.

Em jogo polêmico, Bahia perde para o Palmeiras e dá adeus ao 100% na Fonte Nova

O trunfo do Bahia para se manter entre os seis primeiros do Brasileirão era a Fonte Nova, mas a invencibilidade tricolor no estádio foi quebrada pelo Palmeiras, na tarde deste domingo (18). Em um jogo eletrizante nos minutos finais, o time paulista conseguiu marcar gols e lances contestados pelo esquadrão e superou os baianos por 4×2.  Em campo um Bahia modificado. Sem Edson, suspenso, e Allione fora por pertencer ao Palmeiras, o técnico Jorginho escalou Juninho ao lado de Renê Jr. no meio-campo, e colombiano Mendoza formando o trio de ataque com Zé Rafael e Edgar Junior. Na defesa, Rodrigo Becão entrou na vaga de Lucas Fonseca, que foi vetado com dor no púbis. Mas foi o companheiro de Becão, Tiago, responsável por fazer falta na entrada da área e proporcionar o primeiro lance de perigo do jogo. Na cobrança de Egídio, Jean afastou o perigo.

FICHA TÉCNICA
Bahia x Palmeiras
Campeonato Brasileiro – 8ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 18/06/2017
Horário: 16h
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
Assistentes adicionais: Paulo Roberto Alves Junior e Fábio Filipus
Cartões amarelos: Keno, Juninho (Palmeiras) / Régis Souza (Bahia)
Cartões vermelhos:
Gols: Vinícius e João Paulo (Bahia) / Roger Guedes, Keno e Yerry Mina (Palmeiras)

Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Rodrigo Becão e Matheus Reis (Armero); Juninho (João Paulo), Renê Júnior e Vinícius (Ferrareis); Zé Rafael, Mendoza e Edigar Junio Técnico: Jorginho.////// Palmeiras: Prass; Mayke (Tche Tche), Yerry Mina, Juninho e Egídio; Thiago Santos (Luan), Jean e Guerra; Keno (Erik), Willian e Roger Guedes. Técnico: Cuca


Provocação: Palmeiras usa escudo errado e troca Bahia por “Jahia”

Provocação: Palmeiras usa escudo errado e troca Bahia por “Jahia”

O Palmeiras deu uma bola fora ao divulgar a chamada para o jogo contra o Bahia, que acontece na tarde deste domingo (18), na Arena Fonte Nova, pelo Campeonato Brasileiro. O clube paulista usou o escudo errado do Tricolor de Aço e chamou o Bahia de “Jahia” em sua página do Facebook. No escudo, há ainda um erro no ano da fundação do clube. O correto é o ano de 1931, ao invés de 1924.  (Metro1)


Copa das Confederações tem 65% dos ingressos vendidos

Copa das Confederações tem 65% dos ingressos vendidos

A secretária-geral da Fifa, Fatma Samoura, confirmou que já foram vendidos 65% dos ingressos para a Copa das Confederações. O anúncio foi feito nesta sexta-feira em São Petersburgo, durante apresentação da competição que começa neste sábado, com a partida entre Rússia e Nova Zelândia. Samoura declarou que “toda a experiência e conhecimento adquiridos terão um enorme valor para 2018”, referindo-se à Copa do Mundo do próximo ano.  “A expectativa é de um total de 480.000 espectadores durante a competição. Já chegamos ao número de 65% de entradas distribuídas, num país em que a cultura para grandes eventos é de comprar no último minuto. Por exemplo, os ingressos para a partida entre Rússia e Portugal estão todas vendidas há semanas”, disse. “Tudo está pronto para os torcedores, as equipes e os árbitros. E não me refiro somente à infraestrutura, mas também às medidas para que as pessoas do mundo todo se sintam bem-vindas à Rússia, como o trem gratuito entre as cidades anfitriãs”, declarou Vitaly Mutko, vice-primeiro-ministro russo e presidente do Comitê de Organização. (AFP)


Após sair atrás do placar, Leão reage e consegue empate por 2 a 2 com o Botafogo, veja os gols:

Vitória e Botafogo empataram por 2 a 2, em partida disputada na noite desta última quarta-feira (14/6), no Barradão, válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro saiu na frente e abriu uma vantagem de dois gols no primeiro tempo, mas o time baiano soube reagir na etapa final e conseguiu a igualdade no marcador. Com o resultado, o Botafogo chegou aos nove pontos e ocupa, provisoriamente, a 12ª colocação, e somou o quarto jogo seguido sem triunfar no Brasileirão.
O Vitória agora soma cinco pontos e segue na zona do rebaixamento, na 18ª posição. Os gols foram marcados por Bruno Silva para o Glorioso, enquanto Gabriel Xavier e Kieza anotaram para a equipe baiana. O placar fez justiça ao desempenho das duas equipes. O Botafogo foi melhor no primeiro tempo, mas permitiu a reação da equipe da casa, que esteve muito perto de conquistar a virada no marcador. Na próxima rodada, o Vitória vai visitar o Atlético-GO, no Serra Dourada. O Glorioso vai encarar a Chapecoense, na Arena Condá. Veja os gols da partida: