Ministério da Saúde amplia a quantidade de medicamentos do SUS

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou, nesta quarta-feira (25), que a lista de medicamentos essenciais do Sistema Único de Saúde (SUS) terá um aumento de 25% no ano de 2018. A Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename) incluirá remédio indicados para a assistência hospitalar e oncológica, que estavam fora de circulação desde o ano de 2010. O ministro ressaltou que a Rename era um documento burocrático interno. Entretanto, com a mudança, usuários, gestores, profissionais e órgãos de controle também terão acesso. Neste documento ainda terá informações sobre a disponibilidade dos medicamentos por níveis de atenção e cuidados. Conforme Ricardo Barros, serão cerca de 1.098 medicamentos e insumos.

Câmara derruba segunda denúncia contra Michel Temer e ministros

163 deputados votaram a favor de Temer, e 148 votos contra (Foto: Wilton Junior/Estadão).
A votação da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer já não pode resultar em derrota do relatório do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), de acordo com cálculos da base governista. O cálculo leva em conta o quórum na Câmara, o número de ausentes e abstenções, além dos votos ‘sim’ – em favor do parecer de Andrada. Por volta das 20h40, foram declarados 308 votos, com 163 votos a favor de Temer, 148 votos contra, além de 16 ausências e uma abstenção. Para que a denúncia fosse encaminhada, o relatório de Bonifácio de Andrada deveria ser rejeitado por ao menos 342 deputados federais, a maioria qualificada do plenário, que corresponde a três quintos dos 513 parlamentares na Casa. Com isso, a denúncia apresentada por Rodrigo Janot quando ocupava o cargo de procurador-geral da República foi barrada no plenário da Casa e não será encaminhada ao Supremo Tribunal Federal. Temer foi denunciado pelo então procurador-geral da República em 14 de setembro, por formação de quadrilha e obstrução de justiça. Também escaparam da investigação no Supremo Tribunal Federal (STF) os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria-geral da Presidência, Moreira Franco.

Bolsonaro e Marina cressem na preferencia dos evangélicos e Lula diminui .

Datafolha: Lula reduz margem com evangélicos; Marina e Bolsonaro crescem

A influência do eleitorado evangélico pode reduzir a margem de conforto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na corrida presidencial e ampliar a vantagem do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) e de Marina Silva (Rede), de acordo com pesquisa do instituto Datafolha realizada no final de setembro. Ele obtém ao menos 35% das intenções de voto no panorama geral dos cenários, mas vai a 29% em uma simulação só com evangélicos em sondagem estimulada (quando são exibidos cartões com nomes de candidatos. Católicos ainda são a maioria no país, mas o número vem diminuindo – de 90% nos anos 1980, passaram a 52%. Os evangélicos representam a segunda maior parcela, com 32%. No primeiro quadro, sem Ciro Gomes (PDT) e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), Lula lidera com 36% (32% se considerando só os evangélicos), seguido de Bolsonaro com 16% (subindo para 21% entre os evangélicos) e de Marina, que tem 14% na parcela geral e 17% entre os evangélicos. No cenário 2, sem o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB) e sem Ciro, Lula obtém 35% (geral) e 29% (evangélicos). Bolsonaro melhora o desempenho, com 17% (geral) e 22% (evangélicos); e Marina fica com 13% e 17%. No cenário 3, sem Lula e Alckmin, Marina lidera com 23% (27% entre evangélicos), seguida por Bolsonaro, com 18% (23% entre evangélicos). João Doria obtém 10% (9% no meio evangélico), quase a mesma pontuação que Ciro (10%;8%). Nesta consulta, que entrevistou 2.772 pessoas em 194 cidades, entre os dias 27 e 28 de setembro; Lula tem a maior rejeição: 42% no total, 46% se considerados somente evangélicos. Bolsonaro é rejeitado por 33% do eleitorado, mas menos rechaçado entre evangélicos (27%). O mesmo acontece com Marina (26%; 21%). No caso de Alckmin, o patamar é semelhante (31%; 28%); assim como Ciro (27%; 27%), Doria (25%;22%), Fernando Haddad (29%; 29%) e Rodrigo Maia (30%; 30%). A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.


Transito no município de presidente Tancredo neves poderá ser municipalizado .

Na noite desta quinta-feira, 19 de outubro de 2017, foi realizada no plenário da Câmara Municipal de Vereadores do Município de Presidente Tancredo Neves a AUDIÊNCIA PÚBLICA de Municipalização de Trânsito, cerca 20 pessoas compareceram para uma população de 28 mil habitantes, lamentavelmente foi baixíssimo o número das pessoas presentes, observa-se que nas redes sociais muitas opiniões, mas, na hora de se fazer presente e defender seu ponto de vista poucos aparecem. Mas o PTN NEWS estava por lá, e vamos mostrar tudo que aconteceu.
A Audiência foi apresentada pelo senhor Aparecido. 
Realizamos uma entrevista com Aparecido, ele esclarece todos os pontos, ouça abaixo a entrevista


Associação de produtores de Cravo-da-índia é fundada em Valença e beneficiará todos os produtores da região

Foto:PTN NEWS

Na última quarta-feira, dia 18 de outubro de 2017, foi realizado na CDL do Município de Valença a assembleia de fundação da Associação de Produtores de Cravo-da-índia da Bahia que foi conduzida pelo secretário de Agricultura de Valença, José Negrão.

A Associação de Produtores de Cravo-da-índia da Bahia (APROCRAVO) tem o objetivo de fortalecer a cadeia produtiva do cravo-da-índia para aumentar a economia e a qualidade de vida da população. O Estatuto Legal foi aprovado por unanimidade, e pontua o desenvolvimento de ações político – institucionais que visam à promoção de atividades de relevância pública, social e ambiental, exercício de mútua colaboração entre os sócios, visando prestação de serviços que possam contribuir para o fomento e a racionalização das atividades agrícolas, bem como promover o melhoramento das condições socioeconômicas, assistência técnica e extensão rural para o aumento da produção do cravo, melhoria de qualidade, garantia de mercado e melhores preços aos produtos.
Há mais de 200 anos os primeiros pés de cravo-da-índia foram plantados em nossa região. Vivemos momentos áureos e também momentos de preços pífios que não compensavam nem o custo da colheita. Não bastasse, temos agora o desafio do aumento da mortandade das plantas adultas em fase de produção. Com a criação da APROCRAVO, nós nos organizarmos e podemos encarar esse desafio de frente. Inclusive já foi iniciado uma tese de doutorado na UFRB, em Cruz das Almas, onde o objetivo é dar nome e sobrenome aos patógenos que estão matando os nossos craveiros e a forma de controlá-los. Com certeza, não só os agricultores serão beneficiados, mas toda a sociedade do Baixo Sul da Bahia, disse José Negrão

A diretoria eleita da APROCRAVO ficou definida por: Presidente – Solano Miranda Bonfim, vice-presidente – Jorge Sarmento, 1º secretário – Antônia Ribeiro, 2 º secretário – Edvaldo dos Santos, 1º tesoureiro – Fábio Bacellar, 2º tesoureiro – Alzenito Paulo de Souza.

O PTN NEWS, se fez presente na assembleia da cidade de Pres. Tan. Neves, foi registrado a presença do técnico agrícola Caboré Oliveira e do comerciante Oziel Brito.

PTN NEWS


Avião da TAM com deputados federais baianos dá pane em Brasília

Avião da TAM com deputados federais baianos dá pane em Brasília

Cinco deputados federais baianos passaram por um susto nesta quinta-feira (19), em Brasília, quando o avião em que embarcariam, da companhia TAM, teve uma pane antes de decolar do aeroporto. Estavam a bordo Félix Mendonça Júnior (PDT), Bacelar (Podemos), Fernando Torres (PSD), Pastor Luciano Braga (PRB) e Irmão Lázaro (PSC). Em entrevista , Félix relatou a situação. “Por volta de meio-dia, saímos de Brasília. Indo para a pista, o avião ficou parado um tempo. Teve todo mundo que descer do avião”, contou o pedetista. Por causa do problema, os passageiros tiveram que esperar mais de seis horas até embarcar em outro voo. O parlamentar ainda disse que, apesar do ocorrido, não sentiu nenhum tipo de medo. Ele ficou tranquilizado com a presença de Luciano e Lázaro, ambos lideranças evangélicas e pregadores contumazes. “Eles estavam orando”, brincou.


Com mais de 35 mil inscritos, concurso para o MP terá provas neste domingo (22)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O concurso do Ministério Público da Bahia (MP-BA), que tem 61 vagas para os níveis médio e superior, teve 35.627 mil inscritos. As provas seletivas serão realizadas no domingo (22). Os locais onde serão realizados os exames estão disponíveis na internet, no site da empresa organizadora do certame.

 

O horário das avaliações foi disponibilizado no cartão de confirmação da inscrição. Confira o edital do concurso. Conforme o MP, dos inscritos, 32.138 concorrerão às 50 vagas disponíveis para o cargo de assistente técnico-administrativo e 3.489 às 11 relativas ao cargo de analista técnico. Serão classificados candidatos até dez vezes o número de vagas ofertadas.

 

O número de contratados pode ser maior que o de vagas oficiais, segundo o órgão. As remunerações iniciais são de R$ 3.284,83 para nível técnico e R$ 5.917,44 para o nível superior, além de auxílio-alimentação e auxílio-transporte, se for o caso. A jornada semanal é de 40 horas de trabalho. Para os cargos de analistas serão cobrados temas como conhecimentos básicos em Língua Portuguesa, Legislação Aplicável ao MP baiano e conhecimentos específicos para cada área.

 

No caso dos assistentes, serão cobrados conhecimentos básicos em Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e específicos em Direito Administrativo, Noções de Administração e Legislação Aplicável ao MP. As 11 vagas para analista estão distribuídas entre as especialidades de Pedagogia (2), Psicologia (2), Serviço Social (2), Tecnologia (1), Estatística (1), Letras (1), Engenharia Sanitária (1) e Engenharia Florestal (1). O concurso tem prazo de validade de 18 meses, prorrogável uma única vez por igual período.


Litoral FM pesquisa preço do botijão de gás no Baixo Sul

As donas de casa vivem se perguntando por que tanta variação de preços no botijão de gás de 13 kg, que é comercializado no Baixo Sul. A Litoral FM foi atrás de uma resposta. Depois de mudanças nos reajustes, devido à variação das cotações do produto no mercado internacional, percebe-se que não dá mais pra acompanhar os valores de uma semana para a outra.

A reportagem de Litoral Notícias fez uma pesquisa regional (de Valença à Itacaré), após o último reajuste de 12,9% concedido pela Petrobras, entre os dias 17, 18 e 19 de outubro, por telefone, para saber os valores médios cobrados pelas revendedoras do botijão de 13kg, o mais utilizado nas cozinhas residenciais.

Começando por Valença, o preço do botijão, na maior cidade do Baixo Sul, é comercializado a R$ 65,00 à vista e R$ 70,00 a prazo no distribuidor Butano. Na Brasilgás de Valença, o consumidor paga R$ 68,00 à vista e R$ 78,00 a prazo. A Litoral FM tentou contato com alguma revenda de gás emCairú, mas sem sucesso. Em Taperoá, a Brasilgás revende o botijão a R$ 62,00 à vista e oferece o melhor preço a prazo da região R$ 67,00.

Nilo Peçanha e Maraú são as cidades que apresentam o menor preço cobrado pelo botijão de 13kg. Foram consultados dois revendedores, ambos da Brasilgás, em Nilo, e o valor cobrado à vista é de R$ 60,00. Na cidade de Maraú, o revendedor autorizado da Supergasbras/Liquigás, Scooby Gás, informou que vende à vista por R$ 60,00 na loja, R$ 63,00 em domicílio e a prazo R$ 68,00.

O preço médio cobrado em Ituberá é de R$ 75,00, mas esse valor pode chegar aos R$ 86,00, de acordo com a forma de pagamento. Na distribuidora Brasilgás, por exemplo, o valor do botijão varia entre R$ 75,00 na revendedora e R$ 80,00 na entrega em residência. A Panakum vende o produto da Brasilgás a R$ 76,00 à vista e a R$ 86,00 a prazo. Na Liquigás, o botijão à vista custa R$ 75,00 e a prazo, de R$ 80,00 a R$ 85,00, a depender do prazo dado ao cliente.

No município de Igrapiúna foram consultadas quatro revendas de gás de cozinha. Brasilgás, Copagaz, Supergasbras e Liquigás, e o preço médio praticado na cidade é de R$ 70,00 à vista e R$ 83,00 a prazo.

Em Camamu, Brasilgás e Butano apresentam preços iguais. O primeiro vende o botijão à vista a R$ 75,00 e a R$ 85,00 a prazo. Já o revendedor Butano informou que vende à vista a R$ 75,00 e não fornece o produto a prazo. Em Itacaré, a reportagem da Litoral FM entrou em contato com quatro revendedores e apurou que os preços naquela cidade variam de R$ 68,00 à vista a R$ 80,00 a prazo.

Alguns revendedores informaram que os preços apresentados podem variar no momento da venda, com desconto à vista, em dinheiro, ou através de pagamentos efetuados com cartão de débito ou crédito. Apesar de alguns distribuidores afirmarem que não vendem a prazo, o levantamento mostra que boa parte das vendas se dá justamente pelo modo a prazo, em função da praticidade para o consumidor e fidelização entre cliente e empresa.

Em relação às diferenças de preços, os revendedores afirmaram que isso se deve ao tipo de estrutura de cada empresa. O tamanho da clientela, as quantidades comercializadas no mês, carga tributária, número de funcionários, o tipo de segurança oferecida, dentre outros.


Multas de trânsito poderão ser parceladas no cartão de crédito

A resolução já está em vigor, mas cada órgão de trânsito ainda
precisa habilitar as operadoras de cartões.

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou nesta quarta-feira, 18, uma resolução que permite o pagamento de multas de trânsito com cartões de débito ou crédito. O valor poderá até ser parcelado, mas com a devida cobrança de juros pela entidade financeira do cartão, como quando as compras a prazo não são parceladas pela própria loja. A resolução já está em vigor, mas cada órgão de trânsito ainda precisa habilitar as operadoras de cartões para oferecer o serviço, que não é obrigatório. Alguns Detrans e prefeituras já fazem parcelamentos por meio de documentos de arrecadação, geralmente com pagamento do primeiro boleto da dívida na hora de assinar o termo de adesão. De acordo com o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Elmer Vicenzi, muitos proprietários faziam este tipo de parcelamento apenas para regularizar o veículo, obter o licenciamento ou a possibilidade de transferência, e depois não pagavam o restante das parcelas.


Gasolina tem aumento de 0,8% nas refinarias a partir deste sábado

O preço da gasolina vendida pela Petrobras nas refinarias será elevado em 0,8%, a partir deste sábado (14). A informação foi divulgada nesta sexta-feira (13) pela estatal. Isso não significa, necessariamente, aumento nos postos de gasolina. O valor final aos motoristas nas bombas deverá variar, de acordo com estoques dos postos e a concorrência, pois o preço ao consumidor é regulado livremente pelo mercado. Já o preço do óleo diesel sofreu redução de 0,2%, que também valerá a partir deste sábado. Segundo a Agência Brasil, a companhia informou que a política de preços para a gasolina e o diesel vendidos nas refinarias às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, que representa a alternativa de suprimento oferecido pelos principais concorrentes para o mercado. “Em busca de convergência no curto prazo com a paridade do mercado internacional, analisamos nossa participação no mercado interno e decidimos periodicamente se haverá manutenção, redução ou aumento nos preços praticados nas refinarias”, explicou a estatal. (BN)