“Sou o melhor jogador da história”, diz CR7 após ganhar 5ª Bola de Ouro

"Sou o melhor jogador da história", diz CR7 após ganhar 5ª Bola de Ouro

A declaração está destacada na edição comemorativa ao quinto prêmio recebido pelo jogador, anunciado na última quinta-feira em frente à Torre Eiffel, em Paris. “Sou o melhor jogador da história”, diz CR7, segundo a principal chamada da revista.  A edição da “France Football” foi lançada nesta sexta-feira, no dia seguinte à coração de Cristiano Ronaldo. Ao receber a quinta “Bola de Ouro”, ele igualou Lionel Messi e terminou o ano como melhor do mundo nas duas eleições mais importantes do futebol. “Sou o melhor jogador da história, nos bons e nos maus momentos (…)Respeito as preferências de todo o mundo, mas não vejo ninguém melhor que eu”, afirmou o jogador do Real Madrid em entrevista publicada nesta sexta-feira pela revista “France Football”, organizadora do prêmio.

Cristiano Ronaldo ganhou sua quinta Bola de Ouro com 946 votos, uma das vitórias menos contestadas, com quase 90% dos votos possíveis. Além disso, 133 dos 176 membros do júri o colocaram no primeiro degrau e só dois deles, os do Turcomenstão e do Sri Lanka, não lhe concederam nem um voto. Messi, que ficou em segundo lugar pela quinta vez, atingiu 670 pontos, enquanto Neymar, terceiro pela segunda vez, ficou com 361 pontos.


Eleições para presidente do Esporte Clube Bahia acontecem neste sábado (9)

Eleições para presidente do Esporte Clube Bahia acontecem neste sábado (9)

 

A terceira eleição direta do Esporte Clube Bahia para presidência do clube, acontece neste sábado (9), a partir das 9h, na Arena Fonte Nova. O vencedor comandará o tricolor nas próximas três temporadas. Mais de sete mil sócios devem votar hoje. As vagas para compor o Conselho Deliberativo do clube também será decidida neste sábado. Nove chapas estão aptas para a votação: 100% Bahêa, Bahia Clube do Povo, Independente Tricolor, Mais um, Baêa! (MUB!), Nova Ordem Tricolor, Revolução Tricolor, Simplesmente Bahia, Sou Bahia e Somos a Voz do Campeão, Somos +Bahia.

Confira quais são as chapas concorrentes e seus candidatos para presidente e vice:‘Mais um, Baêa’
Presidente: Abílio Freire
Vice: Virgílio Elísio

‘Voltar a Sorrir’
Presidente: Fernando Jorge Carneiro
Vice: Antônio Tillemont)

‘Bahia 3.1’

Presidente: Guilherme Bellintani

‘Bahia Campeão dos Campeões’

Flávio Alexandre (Binha de São Caetano)
Vice: José Luiz Castro (Zé Tricolor)

Nelsival Menezes, que disputaria pela chapa ‘Bahia Gigante’, teve a candidatura impugnada pela comissão eleitoral Tricolor e desistiu do pleito. Urnas eletrônicas – A votação seguirá o formato da eleição política, com a apuração dos votos feita pelo Tribunal Regional Eleitoral. Serão ao todo 20 sessões eleitorais. Destas, 18 delas serão usadas para votos por urna eletrônica e mais duas terão votos em urnas de cédulas de papel.

A seção 19 será destinada para os eleitores que regularizam a sua situação cadastral e financeira até as 14h de quinta. Já a seção 20 ficará com eleitores que regularizem suas pendências com o clube depois deste prazo, inclusive no próprio dia da votação. Para votar, é necessário ter 16 anos ou mais e estar regular financeiramente como sócio do clube. O sócio que for votar deve levar seu comprovante de sócio e algum outro comprovante de identidade, como a carteira de motorista. O acesso ao estádio será pela ladeira da Fonte. Para quem quiser ir de carro, o estacionamento da Fonte Nova estará aberto, pelo valor de R$ 10. O resultado deve ser divulgado ainda na noite de sábado. (Bocão News)


Leo Santana e Lore Improta terminam relacionamento

Leo Santana e Lore Improta terminam relacionamento

O que muitos fãs já desconfiavam foi confirmado. O relacionamento de Leo Santana e Lore Improta chegou ao fim. Há alguns dias, os dois já estavam sem usar alianças, do noivado selado em agosto, e os seguidores nas redes sociais passaram a desconfiar do término. A ausência de fotos e publicações juntos nos perfis dos dois também deixaram os internautas com a suspeita. Nesta sexta-feira (8), em contato com a reportagem do BNews, a assessoria de imprensa do casal confirmou em primeira mão o fim do realcionamento, que já durava quase um ano. O motivo apresentado foi por causa da incompatibilidade de agendas dos dois. “Eles raramente se viam devido à correria de ambos, e quando estava juntos é muito pouco tempo, porque ambos sempre tinha trabalhos para fazer”. Apesar do término, os dois ainda deverão se encontrar bastante nos palcos e bastidores do mundo artístico. Ambos têm carreira administrada pela Salvador Produções, e inclusive, a bailarina deverá se apresentar em uma das edições do Baile da Santinha, ensaios de verão de Leo. Nesta quarta-feira, o cantor falou sobre a participação da dançarina em seus shows. (Bocão News)


Ellen Cardoso se refugia em São Paulo com os filhos após denunciar Naldo por agressão

Ellen Cardoso se refugia em São Paulo com os filhos após denunciar Naldo por agressão

Reprodução/Instagram

No mesmo dia em que foi à Delegacia da Mulher, no Rio, denunciar o marido, Naldo Benny, por agressão, Ellen Cardoso viajou com a filha do casal, Maria Vitória, de 2 anos, para São Paulo. A Mulher Moranguinho está recebendo o apoio da família e do filho mais velho, Victor Cardoso, de 19. Ela é dona de uma loja de roupas na Barra da Tijuca, zona Oeste do Rio, e também não apareceu mais por lá desde o ocorrido. Segundo uma pessoa próxima, a ex-dançarina está irredutível.Enquanto isso, Naldo continua na residência da família, no Rio, implorando pelo perdão da mulher. Nesta quinta-feira, ele gravou um vídeo aos prantos pedindo perdão à mulher. Com base na Lei Maria da Penha, a Justiça determinou que o artista fique afastado da mulher, de seus familiares e das testemunhas do caso, mantendo distância mínima de 100 metros. Naldo também foi proibido de ter qualquer contato com Ellen por quaisquer meios de comunicação, inclusive pela internet.


‘Fase ruim vai passar’, diz filho de Naldo após denúncia de agressão

'Fase ruim vai passar', diz filho de Naldo após denúncia de agressão

O filho de Naldo Benny, Pablo Jorge, de 19 anos, publicou um desabafo em defesa ao pai nesta sexta-feira (8). No post, o jovem diz “somos fortes” e “a fase ruim vai passar”. Na foto, o adolescente aparece com um semblante sério. “Alucinado e julgado no meio do furacão. Cada cabeça um pensamento além da intenção. De matar ou morrer, os anjos vão sofrer, mas se tiver que ser, vai ser! Somos fortes e temos fãs, é obrigatório a fase ruim passar, somos filhos de Deus, e ele está no controle! Sorria diante de tudo. Ao infinito e além”, diz a legenda. Acusado de violência doméstica por Mulher Moranguinho, sua esposa, Naldo chegou a ser detido no Rio na quarta-feira (6) por porte ilegal de arma. Ele foi liberado após pagar fiança. (Notícias ao Minuto)


Claudia Leitte é acusada de plágio por letra de ‘Lacradora’

Claudia Leitte é acusada de plágio por letra de 'Lacradora'

A cantora Claudia Leitte foi acusada de plagiar uma música de Karol Conka em seu mais recente lançamento, a canção ‘Lacradora’, gravada com a dupla Maiara e Maraisa. A denúncia é do produtor Péricles Lima, conhecido como DJ Boss in Drama. Ele viu semelhanças entre a música ‘Lista VIP’, de Karol Conka, e ‘Lacradora’, de Claudia Leitte e alfinetou em sua página no Facebook: “Bati o olho e achei que estivesse lendo a letra de ‘Lista Vip'”.A música de Claudia tem versos como: “Copo na mão/ E as inimigas no chão/ Claudinha lacradora/ Dando nas recalcadas/ Enquanto a gente brinda/ Elas tomam pisão”. Já a canção de Karol diz: “Drink na mão, inimigas no chão/ Pisando firme, sente a pressão/ Só falo uma vez, preste atenção/ Recalcadas reunidas/ Elas dançam na batida”. Classificada como “feminista”, a letra também foi alvo de crítica indireta pela cantora Pitty. (Notícias ao Minuto)


Após extrair dente estudante sofrer infecção generalizada e termina morrendo em PE .

Após complicações depois de extrair os sisos, uma estudante, 23 anos, morreu, nessa quinta-feira (7), em Pernambuco. Bruna Ribeiro cursava Arquitetura na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Ela estava internada em um hospital particular, no Recife, na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). “No mês passado ela fez a extração do siso e entrou em um quadro de infecção generalizada. Estamos muito tristes com a partida dela”, informou, pedindo para não ser identificada, uma amiga da família, em entrevista ao Diario de Pernambuco. Por meio de nota, universidade lamentou a morte da jovem. “A UFPE e, em especial, o Departamento de Arquitetura e Urbanismo e o Centro de Artes e Comunicação (CAC) lamentam o falecimento da aluna Bruna Ribeiro Correa, de 23 anos, ocorrido na manhã de quinta-feira (7). O velório será realizado a partir das 12h e a cremação, às 18h, no Cemitério Morada da Paz. Bruna Ribeiro ingressou em 2013.1 no curso de Arquitetura e estava internada na UTI por complicações depois de uma cirurgia do siso”.

Bahia tem 2,1% da população carcerária brasileira que é a terceira maior do mundo com 726.712 presos

Dados do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen) divulgado hoje (8), em Brasília, pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça, revelam que o total de pessoas encarceradas no Brasil chegou a 726.712 em junho de 2016. Em dezembro de 2014, era de 622.202. Diante desse quadro, a população carcerária brasileira é a terceira maior do mundo. O Brasil é o terceiro país com maior número de pessoas presas, atrás de Estados Unidos e China. O quarto país é a Rússia. A taxa de presos para cada 100 mil habitantes subiu para 352,6 indivíduos em junho de 2016. Em 2014, era de 306,22 pessoas presas para cada 100 mil habitantes. Diante do quadro, a reportagem do BNews conversou com João Apolinário Silva, que é especialista em segurança pública e coordenador do Observatório de Segurança Pública da Bahia (OSPBa). O especialista realizou um estudo sobre o sistema prisional baiano, em parceria com o Ministério Pública da Bahia, e a Unifacs. Segundo ele, o Brasil não tem superpopulação carcerária. “Isso é mito do superencarceramento no Brasil, pois não temos a capacidade de conter o grande volume de criminosos que se espalham por todo país”, afirma Apolinário.
Ainda segundo o levantamento, o sistema prisional brasileiro tem 368.049 vagas, segundo dados de junho de 2016, número estabilizado nos últimos anos. O diretor geral do Depen, Jefferson de Almeida, disse que existem dois presos para cada vaga no sistema prisional. O gestor também afirmou que houve um pequeno acréscimo nas unidades prisionais, muito embora não seja suficiente para abrigar a massa carcerária que vem aumentando no Brasil.
Também segundo o Infopen, houve um crescimento de mais de 104 mil pessoas. Cerca de 40% são presos provisórios, ou seja, ainda não possuem condenação judicial. Mais da metade dessa população é de jovens de 18 a 29 anos e 64% são negros. De acordo com o relatório, 89% da população prisional estão em unidades superlotadas. São 78% dos estabelecimentos penais com mais presos que o número de vagas.
Comparando-se os dados de dezembro de 2014 com os de junho de 2016, o déficit de vagas passou de 250.318 para 358.663. A taxa de ocupação nacional é de 197,4%. Já a maior taxa de ocupação é registrada no Amazonas: 484%. Para João Apolinário, apesar dos altos números de encarcerados, “a relação entre crime cometido e criminoso preso, ainda é muito pequena. Apenas 17% desses presos estão cumprindo pena por homicídios, ou seja, mata-se muito e prende-se pouco”.
O especialista destaca que a Bahia está bem posicionada no ranking nacional, uma vez que sua população carcerária significa apenas 2,1% do total do país, com 15.202 presos. Porém, o especialista, pondera que “esse baixo número de encarceramento baiano, pode representar o reflexo no alto índice de criminalidade da Bahia”, avalia.
Segundo boletim publicado no site da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap-BA), existem dos 15.202 existe capacidade na rede prisional para 12.093, tendo um excedente de 3.109. Apolinário também avaliou o dado. “Sobre o excedente, ou superlotação, não está em todo sistema. O que há é uma má distribuíção. A superlotação tende a estar ligada a crimes de baixa letalidade. Não temos nenhum inocente lá dentro. O direito de prender está cada vez mais cerceado. prova disso são as audiências de custódia”.
O Governo Federal tem a meta de diminuir a população carcerária em 15%. Com a oferta de alternativas penais e monitoramento eletrônico, segundo Almeida, foi possível evitar que 140 mil pessoas ingressassem no sistema prisional. O diretor do Depen anunciou a previsão da criação de 65 mil novas vagas para o no próximo ano.
Tipificação dos crimes
Os crimes relacionados ao tráfico de drogas são os que mais levam pessoas às prisões, com 28% da população carcerária total. Somados, roubos e furtos chegam a 37%. Homicídios representam 11% dos crimes que causaram a prisão.
O Infopen indica que 4.804 pessoas estão presas por violência doméstica e outras 1.556 por sequestro e cárcere privado. Crimes contra a dignidade sexual levaram 25.821 pessoas às prisões. Desse total, 11.539 respondem por estupro e outras 6.062 por estupro de vulnerável.
Perfil dos presos
Do universo total de presos no Brasil, 55% têm entre 18 e 29 anos. “São jovens que estão encarcerados”, disse o diretor-geral do Depen. Observando-se o critério por estado, as maiores taxas de presos jovens, com menos de 25 anos, são registradas no Acre (45%), Amazonas (40%) e Tocantins (39%).
Levando em conta a cor da pele, o levantamento mostra que 64% da população prisional são compostos por pessoas negras. O maior percentual de negros entre a população presa é verificado no Acre (95%), Amapá (91%) e Bahia (89%).
Quanto à escolaridade, 75% da população prisional brasileira não chegaram ao ensino médio. Menos de 1% dos presos tem graduação.
No total, há 45.989 mulheres presas no Brasil, cerca de 5%, de acordo com o Infopen. Dessas prisões, 62% estão relacionadas ao tráfico de drogas. Quando levados em consideração somente os homens presos, o percentual é de 26%.
Para João Apolinário, o problema da criminalidade está na “cultura do crime”. Ele destaca a atual situação da impunidade nas altas camadas sociais. “A tendência da intelectualidade no Brasil é ter compaixão pelo criminoso e escárnio pela vítima. À medida que classe alta é presa por crime de corrupção, essa tende a desqualificar a prisão, como uma forma de promover sua própria Justiça por crimes cometidos”, comenta.
Investimentos
De acordo com Almeida, os resultados do Infopen ajudam a direcionar as políticas públicas para o sistema prisional e na correta aplicação dos recursos financeiros, tanto da União quanto dos estados. O levantamento, em breve, será substituído pelo Sistema de Informações do Departamento Penitenciário Nacional (SisDepen), que vai coletar informações padronizadas e mais eficazes sobre a situação dos presídios.
Segundo o diretor-geral, o Depen está investindo em políticas públicas que qualifiquem a porta de entrada, de saída e as vagas do sistema, de forma a propiciar um “ambiente prisional mais humano”.
Almeida disse que o Depen aplicará mais recursos em políticas de monitoramento eletrônico (tornozeleiras) e de alternativas penais, para penas diferentes da privação de liberdade, além de intensificar a implementação das audiências de custódia junto ao Poder Judiciário. Além disso, as políticas com os egressos do sistema prisional serão expandidas para que eles voltem a trabalhar.
O governo federal promete continuar investindo na reforma, ampliação e construção de unidades prisionais para que mais vagas sejam ofertadas. A pretensão é a de que sejam investidos recursos para módulos de saúde, educação e outros tipos de ambientes. Em dezembro de 2016, o Ministério da Justiça liberou R$ 1,2 bilhão aos estados, do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen), para construção de presídios e modernizar o sistema penal.
Apesar dos investimentos anunciados e contabilizados, João Apolinário defende que apenas investimentos não são o suficiente. “Aplicar dinheiro não vai recuperar. A vontade do estado é que o criminoso seja reintegrado a sociedade, mas não é esse o desejo do criminoso. E aí resta uma pergunta: Caso ele seja reintegrado, a qual sociedade ele participará”, indaga o especialista.
Apolinário encerra sua avaliação da situação prisional na Bahia com uma forte denúncia. “Na Bahia, não é diferente do restante do Brasil, pois os prisioneiros são quem administram os processos interiores dos presídios. Eles ditam o funcionamento dos presídios e o estado é um mero espectador”. (BocaoNews)

Dois moradores de Valença presos com quase 80 kg de maconha em Pernambuco .

Ação conjunta da Polícia Federal e da Polícia Militar de Pernambuco (2ª CIPM-Cabrobó/PE), prendeu em flagrante, na noite de ontem, dia (30), por volta das 20:00, no Sertão pernambucano, RIVALDO LOPES COSTA, de 53 anos, mecânico, natural de Parnamirim-PE e residente em Valença-BA-(possui antecedentes criminais, já foi preso por tráfico de drogas) e JOSÉ MARTINIANO DOS SANTOS FILHO, de 47 anos, aposentado, natural de Mutuípe-BA e residente em Valença-BA-(não possui antecedentes criminais).

As prisões aconteceram numa ação conjunta entre a Polícia Federal em Salgueiro e Policiais Militares lotados na 2ª CIPM-Cabrobó, através de bloqueios e barreira policial numa atividade de rotina na BR 428, próximo ao Parque de Vaquejada, em direção ao trevo do Ibó onde costumeiramente serve de passagem para o transporte de maconha tanto em veículos automotores como também através de ônibus interestaduais. As equipes de policiais após pararem e fiscalizar vários veículos se depararam com um veículo Fiat Strada de cor branca de placas OZQ-5071, onde após ser feita uma busca minuciosa no interior do veículo foi encontrado na caçamba cerca de 70 (setenta) pacotes de maconha, os quais estavam encobertos por vegetação seca para ocultação da droga vindo a totalizar um peso bruto de 78,6Kg (setenta e oito quilos e seiscentos gramas).

Além da maconha e do veículo também foram aprendidos 02(dois) telefones celulares com os suspeitos. Em seu interrogatório JOSÉ informou que tinha um comércio na Bahia e foi obrigado a fechá-lo em virtude de ter contraído dívidas na praça em razão de um assalto sofrido em sua loja. Disse também que foi RIVALDO que fez a proposta e lhe ofereceu a quantia de R$ 5 mil reais para fazer o transporte da maconha de Cabrobó/PE para Valença/BA e como não tinha carro locou o veículo Fiat Strada por R$ 200 reais. RIVALDO usou do seu direito constitucional de só se manifestar diante do Juiz.

Terminado os trabalhos de barreira policial e tendo sido a droga encontrada os dois suspeitos receberam voz de prisão em flagrante foram informados dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida foram levados para a Delegacia de Polícia Federal em Salgueiro/PE, onde acabaram sendo autuados pela prática do crime contido no artigo 33 da Lei nº 11.343/2006 (tráfico de entorpecentes) e caso seja condenados poderão pegar penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão.  Após a autuação, os presos realizaram Exame de Corpo de Delito no IML-Instituto de Medicina Legal para depois serem encaminhados para a audiência de custódia e caso seja confirmada suas prisões preventivas serão conduzidos para a Cadeia Pública de Salgueiro/PE, onde ficarão à disposição da Justiça Estadual.


Um bandido morto e um preso apos ação criminosa no entroncamento de Valença

Uma quadrilha formada por três elementos a bordo de um veículo Siena assaltou, por volta das 19 horas desta sexta-feira (1º de dezembro), o Mercadinho São Sebastião no Entroncamento de Valença. A Guarnição da Peto RP da Ronda Rural e uma guarnição de Presidente Tancredo Neves foram acionadas, sendo que um dos bandidos foi morto ao atirar contra os policiais que revidaram a agressão, outro indivíduo foi preso e um conseguiu escapar ao cerco. Uma pessoa levou um tiro no braço, mas não corre risco de morte. Com o resistente foi encontrado a quantia de R$ 537,00 e um revólver. Todo o fato, bem como todo material apreendido foi apresentado a Delegacia de Polícia Territorial de Valença, sob responsabilidade do Delegado Plantonista, para que fossem tomadas as medidas legais e cabíveis.